28 de junho de 2017

Artista - Cinema - Marilyn Monroe


Falecida aos 36 anos de idade, Norma Jean, mais conhecida como o furacão Marilyn Monroe entrou para a história da cultura pop e mantém sua imagem forte como se ainda estivesse viva. O motivo oficial de sua morte continua sendo o excesso de calmantes, mas seu envolvimento com o governo americano e integrantes da máfia alimentam até hoje um clima de mistério e teorias conspiratórias.

Sem nunca ter conhecido o pai e tendo sua mãe internada em um hospício, a eterna loira platinada conviveu em orfanatos antes de adotar, aos 20 anos de idade, o nome que batizaria uma das atrizes mais celebradas de Hollywood. A legalização dessa 'marca", por sinal, ocorreria apenas 10 anos depois, em 1956. Curiosamente, em 1955, uma de suas marcas registradas ganharia o mundo na forma de um vestido branco esvoaçante revelando pernas torneadas que jamais seriam esquecidas. A cena em questão, volta e meia citada em nova produções, aconteceu em O Pecado Mora ao Lado, dirigido por Billy Wilder.

Escolhida em 1999, pela revista People, como a Mulher Mais Sexy do Século, Marilyn foi casada três vezes. O primeiro foi James Dougherty (1942 a 1945), seguido do jogador de baseball Joe DiMaggio (janeiro de 1954 a outubro de 1954) e depois o dramaturgo Arthur Miller (1956 a 1961). Contudo, entre seus relacionamentos, sem dúvida, o romance vivido com o presidente John Kennedy foi o mais famoso, rendendo, entre outros episódios, o inesquecível "Parabéns para você", protagonizado por ela em maio de 1962, ano de sua morte.

Conhecida por seu temperamento difícil e constantes atrasos para compromissos, reza a lenda que ela chegou a incluir em seus contratos uma cláusula que não a poupava de trabalhar quando estivesse no período menstrual. Com uma carreira relativamente curta, aventurou-se como produtora executiva de apenas um filme (O Príncipe Encantado) e tendo atuado em pouco mais de 30 títulos, recebeu algumas indicações e faturou poucos prêmios. O Globo de Ouro de Melhor Atriz, por sua atuação em Quanto Mais Quente Melhor (1959), é o mais representativo deles. Ainda em 1960, o mito ganhava também sua estrela na Calçada da Fama, localizada no número 6778, da Hollywood Boulevard, em Los Angeles, Estados Unidos.



 maria tereza cichelli
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...