18 de julho de 2017

Artista - Palhaço - Circo - Palhaço Carequinha


CAREQUINHA 

(Palhaço) 1915-2006 

O nome de Carequinha era George Savalla.

Natural da cidade de Rio Bonito, no Rio de Janeiro, nasceu em 18 de julho de 1915 e morava em São Gonçalo, também no estado do Rio.

Ele iniciou sua carreira com cinco anos de idade.

Família circense, atuou em diversos circos nacionais e internacionais.

Aos 12 anos era o palhaço oficial do Circo Ocidental, pertencente ao seu padrasto.

Em 1938 estreou como cantor na Rádio Mayrink Veiga, do Rio de Janeiro, no programa Picolino.

Na TV Tupi do Rio, comandou por 16 anos o "Circo Bombril", que passou a se chamar "Circo do Carequinha".

Mas não ficava só no Rio. Fez programas na TV Piratini, de Porto Alegre, que ligava com várias apresentações ao vivo, por cidades do interior do Rio Grande do Sul, indo a Caxias, São Leopoldo, Uruguaiana e até Riviera, no Uruguai.

Na capital gaúcha aparecia também na TV Gaúcha.

E apareceu ainda na Festa da Uva, em 1972, programa em cores.

Seu circo também fez a mesma coisa no estado do Paraná.

Na década de 80, foi para a TV Manchete, onde a assessora de seu programa era Marlene Mattos, que também já assessorava Xuxa, no mesmo canal.

Carequinha inventou brincadeiras com as crianças, que iam todas aos seus programas, e lá brincavam de corrida de saco, corrida com a maçã, etc.

Como era cantor, gravou muitas musiquinhas infantis.

Gravou 26 discos, fez diversos filmes, e teve sua marca impressa em inúmeros produtos infantis.

As músicas que mais se destacaram foram: "Sapo Cururu", "Marcha Soldado", "Escravos de Jó" e principalmente "O Bom Menino".

Este era um incentivo ao bom comportamento infantil, pois dizia:

"O bom menino não faz xixi na cama
O bom menino não faz mal criação 
O bom menino respeita os mais velhos 
O bom menino não bate na irmãzinha 
Papai do Céu protege o bom menino 
Que obedece sempre, sempre a mamãezinha". 

E assim por diante.

Carequinha foi recebido por Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, João Goulart, todos os presidentes militares e até por Fernando Henrique Cardoso.

Seu último trabalho foi uma participação no seriado "Hoje é Dia de Maria", em 2005, na Rede Globo de Televisão.

Carequinha morreu em 5 de abril de 2006. Estava com 90 anos da idade.

Ele é considerado por todos como patrimônio da cultura brasileira.

É figura inesquecível de todos aqueles que o viram um dia.

Foi enterrado com roupa de palhaço, pois segundo ele próprio, queria ir assim, para alegrar os mortos.



maria tereza cichelli
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...