28 de julho de 2017

Literatura - Escritora - Filósofa - Simone de Beauvoir


Simone de Beauvoir

Simone de Beauvoir (1908-1986) foi uma escritora, filósofa, ensaísta e feminista francesa. Foi considerada uma das mais importantes representantes do Movimento Existencialista francês.

Simone de Beauvoir nasceu em Paris, França, no dia 9 de janeiro de 1908. Estudou em escola católica para meninas. Incentivada pelos pais, desenvolveu o gosto pela leitura. Com 15 anos de idade decidiu que seria escritora. Estudou Matemática no Instituto Católico, e Literatura e Línguas no Instituto Saint Marie. Estudou Filosofia na Sorbonne, concluindo o curso em 1929. Nessa época conheceu Jean-Paul Sartre, com quem manteve um relacionamento aberto e polêmico.

Com 23 anos de idade, Simone de Beauvoir é nomeada professora de Filosofia para a Universidade de Marseille e Sartre é nomeado para Le Havre, na França. Simone ensinou em diferentes localidades francesas, até 1943. Nesse mesmo ano publica seu primeiro romance, “A Convidada”, onde aborda a degeneração das relações entre um homem e uma mulher, motivada pela convivência com outra mulher, hóspede da residência do casal.

Simone de Beauvoir publicou diversos livros filosóficos, ensaios e extensas obras autobiográficas. A escritora revelou sua inquietação diante da velhice e da morte. Explorou também o papel da mulher na sociedade.

Entre suas obras estão: “Todos os Homens são Mortais” (1946), “O Segundo Sexo” (1949), “Os Mandarins” (1954), “Memórias de uma Moça bem Comportada” (1958), “A Força da Idade” (1960), “Uma Morte Suave” (1964), “A Velhice” (1970), entre outras.

Na obra “A Cerimônia do Adeus” (1981), ela narra o fim da existência de Sartre, que faleceu em 1980. Com o uso abusivo do álcool e das anfetaminas, Simone de Beauvoir falece no dia 14 de abril de 1986. Seu corpo foi sepultado no Cemitério de Montparnasse, França, ao lado de Sartre.

5 Frases de Simone de Beauvoir



maria tereza cichelli
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...