20 de julho de 2017

Literatura - Poeta - Humanista - Francesco Petrarca


Biografia de Francesco Petrarca

Francesco Petrarca (1304-1374) foi um poeta italiano. Humanista, foi um dos precursores do renascimento italiano. Foi o inventor do soneto, poema com 14 versos. É também considerado o pai do humanismo italiano.

Francisco Petrarca nasceu em Arezzo, Itália, no dia 20 de julho de 1304. Passou a infância em Avingnon, na França, então sede do papado e grande centro cultural da Europa.

Em Avignon, fez seus estudos em gramática, dialética e retórica. Posteriormente, cursou Direito em Bolonha e Montepelier. Com a morte do pai, tentou a vida monástica, mas logo abandonou.

Numa Sexta-Feira Santa, conheceu Laura de Novaes, musa que o inspirou durante a vida inteira. Protegido pelos papas, dedicou-se ao estudo dos poetas da Antiguidade. Sua paixão pelos manuscritos antigos o levou a viajar por toda a Europa, pesquisando e copiando as obras de Cícero e Virgílio e Horácio. Por isso, foi considerado um dos primeiros grandes bibliófilos da Europa.

Dedicou-se à poesia a partir de 1337. Recebeu título de poeta laureado em Roma, sucesso que alcançou ainda vivo. Foi grande sonetista e humanista, orador eloquente e um dos precursores do renascimento italiano. POeta já famoso, foi encarregado de várias missões diplomáticas na Europa, pelo papado e pelos governantes de cidades italianas.

Petrarca escreveu mais de 300 sonetos. Das obras líricas, a obra-prima é sua coletânea de poemas “Canzoniere", onde o tema central é o amor do poeta por Laura. Deixou trabalhos em latim: poemas épicos, obras históricas e filosóficas. Dos ensaios e cartas, destaca-se o “Secretum”. Escreveu tratados, entre eles o “Rerum Memorandarum Libri”, que versava sobre questões de ordem moral. O “Itinerarium” (O Guia de Petrarca para a Terra Santa), tornou-se uma espécie de guia de viagem. Importante também é a “Carta para a Posteridade”, uma autobiografia.

Petrarca inspirou um movimento poético, o Petraquismo, o qual conseguiu muitos adeptos entre o século XV e XVII. Com a cabeça recostada num volume de Virgílio foi encontrado morto.

Petrarca morreu em Aquirà, na região de Mântua, Itália, no dia 19 de julho de 1374.

"Chiare, fresche et dolci acque" - Vittorio Ocera canta Petrarca



maria tereza cichelli
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...