12 de setembro de 2017

José Lins do Rego - Litereatura - Escritor - Biografia


Biografia de José Lins do Rego

José Lins do Rego (1901-1957) foi um escritor brasileiro. "Menino de Engenho", romance do Ciclo da Cana-de-Açúcar, lhe deu o prêmio Graça Aranha. Seu romance "Riacho Doce", foi transformado em minissérie para a televisão. Integrou o "Movimento Regionalista do Nordeste". É patrono da Academia Paraibana de Letras. Foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras, para a cadeira 25.

José Lins do Rego (1901-1957) nasceu no engenho Corredor, no município de Pilar, Paraíba, no dia 3 de julho de 1901. Filho de tradicional família da oligarquia do Nordeste açucareiro, passou a infância no engenho do avô materno. Iniciou seus estudos no município de Itabuna. Desde 1919, já colaborava em vários periódicos. Em 1920 ingressou na Faculdade de Direito do Recife.

Em 1923 conheceu Gilberto Freire, que exerceu grande influência na sua vida literária. Em 1924 casou-se com Filomena Massa. Em 1925, já formado, mudou-se para Minas Gerais, onde exerceu o cargo de promotor público. Em 1926 desistiu de fazer carreira de magistrado e mudou-se para a cidade de Maceió, onde trabalhou como fiscal de bancos. Em 1932, publicou "Menino de Engenho", seu primeiro romance, que lhe deu o prêmio da Fundação Graça Aranha. Manteve intensa atividade literária, publicou um livro por ano.

Em 1935 foi para o Rio de Janeiro. Em 1937 publicou "Pureza", o primeiro romance que foge à temática do ciclo da cana-de-açúcar, seguindo-se de "Pedra Bonita" e "Riacho Doce". Com "Fogo Morto" (1943) retorna à temática nordestina. Em 1955 foi eleito para a Academia Brasileira de Letras.

Menino de Engenho em cordel


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...