18 de setembro de 2017

Richard Avedon - Arte - Fotógrafo - Vida


Filho de fotógrafo renomeado, Richard Avedon (1923-2004) aprendeu fotografia desde criança e aos doze anos já participava de um clube da arte.

Mais tarde em sua juventude, descobriu a poesia e ganhou premio por sua obra. Participou, também, das forças armadas como fotógrafo da marinha por dois anos, deixando-a para estudar fotografia com de moda com o diretor de arte Brodovitch.

Começou com a fotografia de moda no ano de 1945, quando montou seu estudio e fazia trabalhos desvinculados para diferentes revistas. Rapidamente tornou-se parte da equipe da revista Harper’s Bazaar. Com a ajuda do diretor de arte, ganhou seu espaço dentro da publicação rapidamente.

Avedon tinha seu estilo próprio de retratar a moda: gostava de retratar as modelos com mais expressão e com poses dinamicas. As sessões eram geralmente realizadas nas ruas, casas noturnas, circos e lugares um tanto quanto incomuns.

No começo, Richard Avedon também fez retratos para ser publicados nas páginas de Theather arts, Life e Look. Fora dos sets, era fascinado pela capacidade da fotografia em sugerir a personalidade e evocar a vida daqueles retratados. Não muito idealizava a pessoa, mas apresentava o rosto como uma paisagem, claramente nitida. Capturava poses, atitudes, cortes de cabelo, roupas e acessórios, elementos que compunham a personalidade do seu fotografado.

“Minhas fotografias não vão além do que se vê. Tenho fé nas superfícies. Uma boa é cheia de dicas.”

Avedon foi um dos fotógrafos comerciais mais importantes de sua época, mas sua paixão fora dos estudios era o retrato das pessoas comuns, colocando-as em evidência a fundos desprezíveis, o contrário do que fazia em seus editoriais. Mesmo depois de desvincular-se da Harper’s Bazaar, Richard teve um longo relacionamento com a revista Vogue, não deixando de lado seus trabalhos pessoais de retrato.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...